SDiario
Arena Hits
AGRO DIÁRIO
SAÚDE

Vinho tinto tem substância que ajuda a reduzir estresse, diz estudo

Pesquisadores da Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos, afirmam que o composto resveratrol, presente na uva, tem efeito relaxante. Se separado do álcool, o composto poderia ser adotado em tratamentos contra a depressão.

08/08/2019 20h07
Por: Edinéia Duarte Dauzacker
Fonte: G1
Cientistas afirmam que o resveratrol ajuda a bloquear a manifestação de uma enzima ligada ao controle do estresse — Foto: Carlos Santos/G1
Cientistas afirmam que o resveratrol ajuda a bloquear a manifestação de uma enzima ligada ao controle do estresse — Foto: Carlos Santos/G1

O efeito relaxante de uma taça de vinho ao fim de um dia difícil não se deve somente ao álcool presente na bebida. Segundo pesquisadores da Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos, o componente "resveratrol", presente em sementes e cascas de uva escura, e também no vinho tinto, possui efeitos antiestresse. Separada do álcool presente no vinho, a substância poderia ser usada em tratamentos médicos contra a depressão.

Em artigo publicado na revista científica "Neuropharmacology" os cientistas afirmam que o resveratrol ajuda a bloquear a manifestação de uma enzima ligada ao controle do estresse e da ansiedade no cérebro. A relação entre o componente e essa enzima, a "phosphodiesterase 4" (PDE4), ainda era desconhecida. Essa enzima é influenciada pelo hormônio do estresse, a corticosterona.

SAIBA MAIS AQUI

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.