Arena Hits
SDiario
AGRO DIÁRIO
Arena Hits
PACOTE ANTICRIME

A lei tem que estar acima da impunidade é o tema da campanha lançada no Planalto

O pacote Anticrime tem o objetivo de combater a criminalidade com mais eficiência, a partir de uma legislação adequada aos anseios da população brasileira

03/10/2019 20h10
Por: Redação Segundo Diário
Fonte: Governo Federal
Foto: Alan Santos/PR
Foto: Alan Santos/PR

A campanha do Governo Federal, lançada na manhã desta quinta-feira (03), no Palácio do Planalto, foi criada pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República para mostrar à sociedade a importância da revisão do arcabouço jurídico da segurança pública e da adequação das leis da área à realidade atual do País. Mudanças nas legislação estão em tramitação no Congresso Nacional.

De acordo com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, é necessário promover o conhecimento e a reflexão das pessoas sobre a importância da evolução das leis na área de segurança. “Vamos promover o debate e assegurar que todos os cidadãos saibam dos benefícios que essas mudanças podem trazer”, reforçou o ministro.

Sessenta mil homicídios por ano não é um número normal e aceitável. A impunidade da grande corrupção não é moralmente aceitável. Não podemos ter uma política de convivência pacífica com essas grandes organizações criminosas e a mensagem mais forte é aquela mensagem que pode vir do governo e do parlamento, com a aprovação de leis rigorosas em relação a essa criminalidade”, defendeu o ministro.

O presidente Bolsonaro reiterou as palavras de Moro, afirmando que “contam com mais facilidade no acesso às informações e que a lei precisa ser temida pelos criminosos, não pela população”, disse. O presidente pontuou a satisfação em ter o ministro Sergio Moro como parte do governo, enfatizando a importância da quebra de informações entre criminosos e a necessidade de extinção de alguns benefícios como os chamados “saidões” em datas comemorativas. " Nós queremos mudar a legislação, para que a lei conforme eu disse ao Sérgio Moro aqui, seja temida pelos marginais e não pelo cidadão de bem".

Segundo o secretário Especial de Comunicação Social da Presidência da República, Fábio Wajngarten, a campanha fala de um tema fundamental aos brasileiros, independente da classe social.“Governar também é comunicar, com dados corretos e informações de qualidade,” ressaltou.

Dentre as peças que compõem a campanha, foram produzidos vídeos com relatos verdadeiros de vítimas do crime:

Confira AQUI

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.